Como escolher um bom mouse wireless

VN:RO [1.9.11_1134]
sábado, 22 d janeiro d 2011
Por Nathalia Sautchuk Patrício, Coop9. Siga no Twitter

A Logitech é bastante conhecida pela qualidade dos produtos que desenvolve. Ela é focada em dispositivos de entrada e saída, como mouses, teclados, web-cams e alto falantes.

Há alguns anos atrás, eu tive a maravilhosa idéia de comprar um mouse sem fio, porque a CPU do meu computador ficava embaixo da mesa e o fio ficava muito esticado, quase não dando para mexer o mouse para onde queria. Um dia estava na Santa Ifigênia (conhecida rua de eletrônicos em São Paulo) e comprei um mouse wireless da A4Tech. Eu não tinha a mínima referência se a marca era boa ou não, mas que queria e foi o mouse que tinha o preço que eu estava disposta a pagar.

Logicamente a experiência não foi a das melhores. O mouse possuia uma base que se conectava na USB do computador. Essa mesma base servia também para recarregar as pilhas usadas no mouse: 2 pilhas AA. A idéia da base servir também de carregador até que era boa, mas os pontos positivos paravam por ai. A comunicação entre o mouse e a base era feita através de infra-vermelho. A distância que o mouse poderia ficar da base era simplesmente ridícula: se colocasse o mouse há uns cinco centímetros de distância da base, ele já não funcionava. Sem exagero! Além disso, o mouse gastava muita pilha. As pilhas não chegavam a durar um dia inteiro, tendo que ser recarregadas. O mouse era ainda extremamente pesado e desconfortável de ser usado. O modelo que eu possuia era bem parecido com o que está na foto abaixo.

No fim, acabei abandonando o mouse da A4Tech e voltando para o mouse com fio que apesar de ficar esticado me possibilitava mexer melhor no computador. Até recentemente eu ainda tinha cismas em relação a mouses sem fio devido a minha experiência mal sucedida com o da A4Tech.

Porém, resolvi arriscar a comprar um mouse da Logitech devido a sua fama. E por ora não me arrependi e percebi que realmente mouses wireless podem ser interessantes. Adquiri um mouse wireless do modelo M510. O meu principal motivo da escolha foi o preço: era modelo mais barato da Logitech. Mesmo sendo o mais barato, posso dizer que a qualidade dele é excelente, apesar de ter menos funcionalidades que outros modelos mais caros.

Com o tempo, percebi que o custo não era o único atrativo desse modelo. O mouse é bastante ergonômico, sendo que suas laterais são emborrachadas, o que torna o seu uso por longo período de tempo agradável. Ele possui dois botões na lateral para dar Back e Forward nas páginas de internet (apesar de ainda não ter me acostumado a usá-los, mas há quem goste) e um botão de scrolling.

O receptor do mouse é conectado na porta USB do micro e é pequeno e discreto. Devido ao seu pequeno tamanho, é possível guardá-lo no compartimento das pilhas, evitando a sua perda durante o transporte. O mouse usa duas pilhas AA e elas duram muito; no site da Logitech é dito que a duração é de dois anos (ainda não pude comprovar, mas posso dizer que dura mais de 6 meses, o que já um tempo grande).

Meu namorado comprou também um mouse da Logitech, só que do modelo LX8. Também um excelente mouse. São poucas as difernças em relação ao modelo M510. Ele possui praticamente o mesmo formato e tamanho do M510, porém é levemente mais pesado. Uma vantagem do LX8 em relação ao M510 é que ele é todo emborrachado (o M510 é emborrachado apenas nas laterais). Em relação aos botões de Back e Forward, cada um fica em uma lateral do mouse, enquanto o outro possui ambos os botões a esquerda. Sinceramente, para mim, não faz uma grande diferença, é uma questão de costume. O LX8 possui também botão de scrolling. Já o receptor do LX8 que deve ser conectado na USB é bem maior que o do M510 e não pode carregado junto com o mouse. Para mim, essa é uma desvantagem, pois eu perco com muita facilidade coisas pequenas como pen-drives, por exemplo.

Quando avalio os dois mouses da Logitech, acredito que o M510 possui melhor relação custo-benefício quando comparado com o LX8, uma vez que este último possui um preço maior sem oferecer funcionalidades a mais por isso. Por fim, a escolha do mouse é uma questão muito pessoal, devendo sempre levar em conta o gosto da pessoa e a sua sensação de conforto no uso do mouse.

VN:F [1.9.11_1134]
Rating: 3.0/5 (1 vote cast)
Como escolher um bom mouse wireless , 3.0 out of 5 based on 1 rating
Related Posts with Thumbnails

Tags: , , ,

Deixe um Comentário

Spam Protection by WP-SpamFree

Get Adobe Flash playerPlugin by wpburn.com wordpress themes